Gentilezas em Santorini!

Preferimos as ilhas pacatas, mais genuínas, mas por conselho do Nuno Simas, padrinho da Benita, não quisemos perder a famosa Santorini – A ilha é turística porque É incrível!!

Thera é um enorme vulcão activo há mais de 3000 anos cuja cratera está submersa. De fora fica um pequeno grupo de ilhas onde só duas são habitadas, Santorini e Therasia, locais onde a Humanidade caprichou! E não satisfeitos em ser o expoente máximo da arquitectura tradicional grega ainda reclamam para si a lenda da Atlântida!! Contam que em tempos a ilha era circular e conhecida por Strongili, a redonda, mas depois uma colossal erupção vulcânica e respectivo tsunami mudaram-lhe a morfologia, deram início à queda da civilização minoica e “afundaram” a misteriosa Atlântida. Pessoalmente vou mais na teoria da Atlântida açoriana já que somos nós que estamos no meio do Atlântico, mas é só um palpite 😉

Santorini está a cerca de 200 km de Atenas no Sul do Mar Egeu, tem 73 km2 e cerca de 15 mil habitantes que duplicam em Julho e Agosto. O mundo descobriu o que tem encantado pintores, fotógrafos e poetas, são as impressionantes cascatas de casas e  hotéis caiados de branco com varandas e piscinas viradas para o Egeu fresco e cristalino, são as cúpulas azul-cobalto das igrejas ortodoxas a condizer com o mar e a contrastar lindamente com o branco puro das construções e é a iluminação certa, romântica e cuidada, quando o sol se põe sob os aplausos e homenagens dos turistas!

E mais uma vez a sorte bateu-nos à porta, a Karina Sandri, uma amiga grega que conhecemos enquanto pedíamos boleia em Hiva-Oa, na Polinésia Francesa, viu o post sobre Chalki e entrou em contacto connosco para nos dar a boas vindas ao seu amado país. E nós, que queríamos ir a Santorini mas que por ser difícil arranjar lugar para o barco planeávamos deixar o Benyleo noutra ilha e ir de ferrieboat, ouvimo-la dizer que nos arranjava um lugar em Santorini!!! Alegria total! Indicou-nos o Dimitri e a Joe, donos da taverna mais pitoresca de Ammoudi, na zona mais linda da ilha, Oia!

A vila Oia em cima com Ammoudi no sopé da montanha

Ammoudi dista de Oia  250 degraus que se fazem a pé ou de burro – 4€ e imagino que uma dor nas costas, a experiência – nós preferimos as nossas ricas pernas mas os animais dão um toque tradicional e engraçado àquela imperfeita e mui turística perfeição de lugar 🙂 

Ammoudi tem 4 ou 5 restaurantes em cima da água com vista para o célebre pôr-do-sol e mais à frente uma esplêndida zona de banhos e mergulhos rejuvenescedores 🙂 A ilha também tem praias, noutras zonas, e com areais para todos os gostos, pretos, dourados e vermelhos!!

Como a Karina disse, o hospitaleiro Dimitri arranjou-nos uma bóia para amarrarmos o barco gratuitamente ali perto e no dia seguinte ainda pediu a um amigo que nos levasse a Thira, a capital da ilha, para que conhecêssemos outra zona incrivelmente bela e também com um pitoresco casario em cascata sobre o mar. Pelo caminho gostamos de ver as vinhas e como respeitam a arquitectura tradicional fora das zonas turísticas. Gostamos de ver os transportes públicos a funcionar bem, os moinhos de vento e acima de tudo a simpatia e autenticidade das gentes gregas. Adoramos a gastronomia, próxima da nossa mas com as devidas, excelentes e tão saborosas particularidades!

Com Dimitri e Joe na maravilhosa taverna Dimitris em Ammoudi!

Benyleo 2 num lugar de luxo!!

Grécia, Grécia, companheira de desventuras económicas, podemos ser os irmãos pobres deste velho continente mas quando eles têm férias, para onde é que querem ir?! 😉

5 Comments on “Gentilezas em Santorini!

  1. Obrigado por mais esta partilha. Tenho seguido a viagem, um sonho mesmo para quem anda ao mar. Agora que falta aquele bocadinho força. Bons ventos mar e horizonte.

  2. Que belo relato, parece que estamos viajando com vocês.
    Que chiques estão esses viajantes, Benita de bolsinha e tudo, todos muito elegantes! Beijinhos.

  3. Gentileza gera gentileza!!!!
    Tu (Armindo) e Joana são exemplo disso!
    Beijinho grande para os quatro e continuação de Bons Ventos <3
    Raquel Chaves das Neves

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.